28
Jun
05

A esquina…

Palpitava. Palpitava, estremecido o meu peito: a cada passo que dava, a cada obliquo risco de passeio que passava… Aquela esquina estava cada vez mais perto, mas afinal, era uma esquina qualquer, de uma rua qualquer. Ou nao seria? Era! A Vida ja se tinha afastado do meu viver de tal maneira, que involto em vivencias mecanizadas, ja nao palpitava afinal, ja nao estremecia e muito menos vibrava com o aproximar duma esquina; uma esquina, nova, que dobraria pela primeira vez, imaculada à minha passagem! Ela estava ali, a aproximar-se de mim, ao meu tempo, ao meu ritmo acelerado, vinha a esquina que ia dobrar, mas que nao mexia no meu ser, como deveria. Era nova, porem indiferente: galgada pela ansia de ser ela propria galgada, e pela névoa densissima na minha mente dispersa.

Um par de passos depois, giro-me e estaco. Imediatamente depois de ultrapassa-la, esqueço-a; e tal como intimamente sabia, algo de desconhecido se me depara, virgem aos meus olhares, ao meu perscuto. No entanto, nao esperava estacar assim, parar-me de tanto pasmo, de ter de esfregar os olhos para confirmar o que enxergava: diante mim, estava o que jamais havia encontrado nos meus deambulos ilogicos pelo nada, ou nas minhas concisas contendas pelo tudo. Ali, à distancia de menos de um braço, estava eu! Distraido, porém fixo e familiar, como se aquele espaço depois daquela exacta esquina, daquela rua qualquer, estava um eu, um bocado de mim, um pedaço de um troço definido do meu passado: era eu!
Encontrara um pouco de mim, no posto que menos estava à espera que me surpreendesse: um clique, uma esquina dobrada, uma leitura diagonal, um pedaço de interesse, o avançar veloz para baixo, mais para o fundo, um novo clique, uma rua nova, outra leitura fugaz, um interesse que se revela vazio, outro clique, e mais outro, e ainda outro novo, assim vou preenchendo o vazio que me amedronta se existe, se se mostra… Estava eu na volupia dos cliques, de esquina qualquer em esquina qualquer, qual padrao logico indefinido, feliz no sadismo da correria dos cliques, quando do nada, depois de (mais) um deles, de mais uma delas dobrada, me aparece “aquilo”… um poema meu, escrito com o meu profundo Sentir e o meu intimo Pensar, ali, como se ja ali estivesse quase ha tanto tempo, como o original esta algures numa gaveta minha. Como se tivesse escolhido ser ali posto, depois daquela esquina, que o leva a ele, ao meu poema-pedaço de mim, por um caminho entre muitos, ali posto por alguém que assim o decidiu, por razoes que desconheço e nada me importam… Estou eu, ali… depois de uma esquina desconhecida, que ja nao é qualquer, no fim de uma rua qualquer, que ja nao é desconhecida. Mas sou eu, eu em determinado tempo, eu ali, e isso é o que interessa!

Nunca o meu ego esteve tao grande como hoje. E como é optimo ve-lo assim, agigantado. Porque nunca o meu ego me mostrou tao indifusamente como a minha Vida esta presente em outras Vidas, noutras vidas.

Estou tao feliz hoje. Estou muito feliz agora.

Nexis! 🙂


4 Responses to “A esquina…”


  1. 1 jorDas
    Quinta-feira, 30 Junho, 2005 às 10:16

    Foda-se que paneleiro!!!

    (adivinha que horas sao?)

    p.s. gostei, gostei, tas-lhe a dar!

  2. 2 Never_Born
    Quinta-feira, 30 Junho, 2005 às 10:16

    ñ da, ñ konsigo, e inda bem! inda bem pk ñ é meu objectivo kopiar ng, apenas seguir exemplos k eu ache correctos e tirar dai akilo k se me apresente komo mais util.

    o k é k ñ da, ñ konsigo e inda bem?

    escrever textos tão complicadamente simples como os vossos.

    Com isto faço uma vénia ao ultimos posts aki kolocados, ja tirei o k tinha a tirar e sempre k precisar sei onde vir buskar mais kk koisa.

  3. 3 LV-426
    Quinta-feira, 30 Junho, 2005 às 17:58

    Never_born : SIMPLESMENTE LINDO… EM 4 LINHAS CONSEGUIS-TE UM UNISSONO DE TODOS NÓS, as nossas ideias e credos… Que desta maneira se oiça a NOSSA voz…

    Quanto ao Post… Divinal.

  4. 4 rellax
    Sexta-feira, 01 Julho, 2005 às 17:30

    Tenho só uma palavra a acrescentar:

    Fooooooooodasse!!!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: