11
Jul
07

O poder da mensagem

Ainda há pouco tempo criticava as letras das músicas de hoje em dia… mas há uma que eu acho que foge a essa regra, aliás, para mim está genial e mostra o poder da mensagem que a letra de uma música pode transmitir. Aqui fica.

Há perguntas que têm de ser feitas

Quem quer que sejas, onde quer que estejas
Diz-me se é este o mundo que desejas
Homens rezam, acreditam, morrem por ti
Dizem que estás em todo o lado mas não sei se já te vi
Vejo tanta dor no mundo pergunto-me se existes
Onde está a tua alegria neste mundo de homens tristes
Se ensinas o bem porque é que somos maus por natureza?
Se tudo podes porque é que não vejo comida á minha mesa?
Perdoa-me as dùvidas, tenho que perguntar
Se sou teu filho e tu amas porque é que me fazes chorar?
Ninguém tem a verdade o que sabemos são palpites
Se sangue é derramado em teu nome é porque o permites?
Se me destes olhos porque é que não vejo nada?
Se sou feito á tua imagem porque é que durmo na calçada?
Será que pedir a paz entre os homens é pedir demais?
Porque é que sou discriminado se somos todos iguais?

Porquê?!

Porquê que os Homens se comportam como irracionais?
Porquê que guerras, doenças matam cada vez mais?
Porquê que a Paz não passa de ilusão?
Como pode o Homem amar com armas na mão? Porquê?
Peço perdão pelas perguntas que tem que ser feitas
E se eu escolher o meu caminho, será que me aceitas?
Quem és tu? Onde estás? O que fazes? Não sei
Eu acredito é na Paz e no Amor

Por favor não deixes o mal entrar no meu coração
Dou por mim a chamar o teu nome em horas de aflição
Mas tens tantos nomes, és Rei de tantos tronos
E se o Homem nasce livre porque é que é alguns são donos?
Quem inventou o ódio, quem foi que inventou a guerra?
Ás vezes acho que o inferno é um lugar aqui na Terra
Não deixes crianças sofrer pelos adultos
Os pecados são os mesmos o que muda são os cultos
Dizem que ensinaste o Homem a fazer o bem
Mas no livro que escreveste cada um só leu o que lhe convém
Passo noites em branco quase sem dormir a pensar
Tantas perguntas, tanta coisa por explicar
Interrogo-me, penso no destino que me deste
E tudo o que me acontece é porque tu o assim quiseste
Porque é que me pões de luto e me levas quem eu amo?
Será que essa é a justiça pela qual eu tanto reclamo?
Será que só percebemos quando chegar a nossa altura?
Se calhar desse lado está a felicidade mais pura
Mas se nada fiz, nada tenho a temer
A morte não me assusta o que assusta é a forma de morrer

Porquê que os Homens se comportam como irracionais?
Porquê que guerras, doenças matam cada vez mais?
Porquê que a Paz não passa de ilusão?
Como pode o Homem amar com armas na mão? Porquê?
Peço perdão pelas perguntas que tem que ser feitas
E se eu escolher o meu caminho, será que me aceitas?
Quem és tu? Onde estás? O que fazes? Não sei
Eu acredito é na Paz e no Amor

Quanto mais tento aprender, mais sei que nada sei
Quanto mais chamo o teu nome menos entendo o que te chamei
Por mais respostas que tenha a dúvida é maior
Quero aprender com os meus defeitos, acordar um homem melhor
Respeito o meu próximo para que ele me respeite a mim
Penso na origem de tudo e penso como será o fim
A morte é o fim ou é um novo amanhecer?
Se é começar outra vez então já posso morrer.

Para quem quiser ver o vídeo e ouvir a música:

http://bossac.blogs.sapo.pt/3162.html

Pako

Anúncios

5 Responses to “O poder da mensagem”


  1. 1 rellax
    Quinta-feira, 12 Julho, 2007 às 21:26

    …Oh, que se lixe, não tenho mais nada pra fazer.

    “Porquê que os Homens se comportam como irracionais?”

    O motivo (normalmente há um) varia, é claro, de caso para caso. Por outro lado, o Homem não efectua decisões baseando-se apenas na razão, não somos portanto completamente racionais. A irracionalidade faz parte da natureza humana, somos todos animais afinal de contas. Ironicamente, esta música é produto dessa mesma irracionalidade, já que a Arte, por princípio, baseia-se na creatividade e não na razão, podendo portanto ser considerada irracional.

    “Porquê que guerras, doenças matam cada vez mais?”

    Porque também há cada vez mais pessoas. De facto, proporcionalmente, as guerras e doenças matam cada vez menos. A diferença é que, na sociedade actual, em que um surto de gripe na China ou um conflicto no Médio Oriente são notícia em todo o mundo, estamos todos muito mais conscientes dessas mortes. E isso a mim parece-me positivo.

    “Porquê que a Paz não passa de ilusão?”

    À primeira vista, diria que a agressão faz parte da natureza humana, e a guerra é uma extensão desse aspecto da nossa psicologia. Se a guerra existe desde que há registos, parece-me seguro admitir que esta é inerente à nossa condição humana. Mas teorias sobre este assunto é o que não falta, sejam psicológicas, sociológicas, políticas, históricas, demográficas… É só escolher.

    “Como pode o Homem amar com armas na mão?”

    Ei, há fetiches para todos os gostos…

    Ok, ok, eu calo-me.

  2. 2 Pako
    Sexta-feira, 13 Julho, 2007 às 13:47

    Gostei! Era mesmo isto que eu queria! Keep going!

  3. 3 Never_Born
    Sexta-feira, 13 Julho, 2007 às 18:47

    Duas palavras: ganda comment!!

  4. 4 Nexis
    Segunda-feira, 16 Julho, 2007 às 16:38

    Isto é mais que um comment, é um post…

    Rellax! 🙂

  5. 5 rellax
    Terça-feira, 17 Julho, 2007 às 01:54

    E queria aproveitar pra mandar beijinhos para a minha mãe! Olá mãe!!

    *ahem*

    Estragais-me com mimos… 😛


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: